Teletrabalho nos cartórios extrajudiciais[ 28/06/2016 ] - Fonte: Carlos Pierim

O Provimento 55 de 21 de junho de 2016 do CNJ autorizou a modalidade de teletrabalho para os colaboradores dos cartórios extrajudiciais desde que observados a resolução CNJ 227, de 15 de junho de 2016.
Esta resolução impõe algumas condições para a implantação desta forma de trabalho, o artigo 5º determina que é o gestor da unidade, no caso o Tabelião ou Oficial quem determina aqueles que atuarão em regime de teletrabalho, porém é vedado este tipo de regime para aqueles que tenham subordinados ou para quem tem cargo de direção ou chefia e que terão prioridades aqueles que possuem deficiência, que tenham filhos, cônjuge ou dependentes com deficiência, gestantes e lactantes e também determina que o máximo de pessoas neste regime é 30% do quadro de colaboradores da unidade, enfim, várias são as condições para o teletrabalho que devem ser observadas e adaptadas aos cartórios extrajudiciais.
Uma pergunta que pode surgir é em relação ao horário, se estamos trabalhando remotamente, faz sentido ter um horário? A resolução CNJ 227 determina que a PRODUTIVIDADE do trabalhador em regime de teletrabalho deve ser MAIOR do que os que executam as mesmas atividades no cartório, portanto, para o teletrabalho não é estipulado um horário, mas sim uma META para que sua PRODUTIVIDADE possa ser acompanhada e medida, dessa forma há que se criar condições que proporcionem uma melhor produtividade para quem optar por esta forma de trabalho e é aí que a tecnologia pode ajudar.
O artigo 9º apresenta os deveres de quem opta pelo regime de teletrabalho, uma delas é acessar diariamente sua caixa de correio eletrônico INSTITUCIONAL, ou seja, a serventia deve fornecer uma ferramenta de e-mail profissional para trabalhador em regime de teletrabalho e mecanismos que permitam o contato entre o optante pelo regime de teletrabalho e seu superior imediato para esclarecimento de dúvidas e orientações assim como reuniões, nesse ponto as tecnologias de reunião remota e conversas com vídeo e mensagens instantâneas são fundamentais.
A serventia que optar por utilizar o teletrabalho para melhorar a PRODUTIVIDADE e qualidade de vida de seus colaboradores deve também providenciar uma única ferramenta que possa fornecer tudo o que é necessário para esta modalidade de trabalho, e-mail institucional, ferramenta de colaboração e comunicação instantânea e logicamente acesso seguro as informações que o teletrabalhador irá acessar.
A SiplanControl-M já utiliza essas ferramentas a bastante tempo e pode auxiliar as serventias extrajudiciais a implementar o teletrabalho de forma segura e que proporcionará uma maior PRODUTIVIDADE com o menor custo do mercado.

Av. Paulista, 1776 - 14º andar 01310-921 - São Paulo/SP Tel.: 11 5081-8800
Rua Juca Quito, 336 - Centro 14870-260 ‎- Jaboticabal/SP Tel.: 16 3209-6776
WebMail Sharepoint